O Anjo do Senhor

O Angelus foi composto pelo beato Papa Urbano II (séc. XI). Já a tradição de rezá-la tres vezes ao dia (às 6hs., ao meio dia e às 18hs.) foi iniciado pelo rei São uiz XI, da França.

O objetivo da oração é relembrar a Anunciação do Anjo São Gabriel a Nossa Senhora.

Na época das guerras contra os muçulmanos, o Papa Calisto III incentivou que se rezasse o Angelus para pedir a vitória contra os infiéis.

São Pedro Canisio, doutor da Igreja, também foi um dos grandes propagadores desta devoção.

ÂNGELUS (se reza diariamente, às 6, 12 e 18hs)

O Anjo do Senhor anunciou a Maria.
E Ela concebeu do Espírito Santo.

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco! Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém.

Eis aqui a escrava do Senhor.
Faça-se em mim segundo a vossa palavra.

Ave Maria…

E o Verbo se fez carne.
E habitou entre nós.

Ave Maria…

Rogai por nós, Santa Mãe de Deus!
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos. Derramai, ó Deus, a Vossa graça em nossos corações, para que, conhecendo pela mensagem do anjo a encarnação do vosso Filho, cheguemos, por Sua Paixão e Cruz, à glória da Ressurreição. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém.

(Repetir o Glória, três vezes)

– Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, já que a ti me confiou a piedade divida, sempre me rege, guarda, governa e ilumina. Amém.

Envie seu comentário

Você pode estar interessado