São Roberto Belarmino, Bispo, Doutor da Igreja

Nasceu no ano de 1542 em Montepulciano, na Toscana. Seu pai queria que fosse político, mas o filho entrou para a Companhia de Jesus em Roma e foi ordenado sacerdote. Eram doze filhos, dos quais seis abraçaram a vida religiosa.

Embora constantemente enfermo, Roberto demonstrou desde muito cedo uma inteligência surpreendente, que o levou ao magistério e a uma carreira eclesiástica vertiginosa

Renomado teólogo da Igreja pós-tridentina, sustentou célebres disputas em defesa da fé católica e ensinou Teologia no Colégio Romano. Eleito Cardeal e nomeado Bispo de Cápua, contribuiu com a sua atividade junto das Congregações Romanas para a resolução de numerosos problemas.

Homem culto distribuiu todos os seus bens aos pobres.

Com fama de santidade ainda em vida, morreu em Roma no ano 1621.

Pio XI o proclamou Beato, Santo e Doutor da Igreja.

São Roberto Belarmino, rogai por nós!

Oração – “Todos os dons, todas as graças espirituais que por Cristo, como cabeça, descem para o corpo, passam por Maria que é como a coluna desse Corpo Místico.”

 

Com Santa Hildegarda de Bingen, Virgem. Teve iluminação pela qual via na alma a interpretação dos Evangelhos, Salmos, etc. Após a morte realizou uma infinidade de milagres.

2. Em Milão, na Ligúria, hoje na Lombardia, região da Itália, o sepultamento de São Sátiro, irmão de Santo Ambrósio que o sepultou junto ao mártir São Vítor, († c. 377)

3. Em Liège, na Austrásia, na actual Bélgica, a paixão de São Lamberto, bispo de Maastricht e mártir, morto inocente por ímpios inimigos, († c. 705)

4. Na floresta de Argonne, junto ao rio Mosa, também na Austrásia, actualmente na França, São Rodingo, abade, († s. VIII in.)

5. Em Córdova, na Andaluzia, região da Espanha, Santa Colomba, virgem e mártir, degolada junto às portas do palácio, († 853)

6. Em Melinais, no território de Angers, na França, São Reinaldo, eremita, († c. 1104)

7. No mosteiro de Rupertsberg, em Bingen, no estado de Hesse, na Alemanha, Santa Hildegarda, virgem, célebre pela sua sabedoria nas ciências naturais, na medicina e na arte musical, bem como na contemplação mística, sobre a qual escreveu alguns livros, († 1179)

8. Em Avigliana,  Turim, no Piemonte, região da Itália, o Beato Querubim Testa, presbítero, devotíssimo da Paixão do Senhor, († 1479)

9. Em Saragoça, cidade de Aragão, na Espanha, São Pedro de Arbués, presbítero e mártir, que combateu as superstições e heresias no reino de Aragão e foi morto por alguns inquiridos diante do altar da igreja catedral, († 1485)

10. Em Gora Kalwária, na Polónia, Santo Estanislau de Jesus e María (João Papczynski), presbítero e fundador, († 1701)

11. Em Hué, no Anam, actualmente no Vietnam, São Manuel Hguyen Van Trieu, presbítero e mártir, no reinado de Canh Thin, († 1798)

12. Em Génova, na Ligúria, região da Itália, São Francisco Maria de Camporosso, religioso, insigne pela sua caridade para com os pobres, que, durante a epidemia da peste, contraiu ele próprio a enfermidade, oferecendo-se como vítima pela salvação do próximo, († 1866)

13. Em Cracóvia, na Polónia, São Segismundo Félix Felinski, bispo, fundador, († 1895)

14. Em Castillo de Villamalefa, localidade próxima de Castellón, na Espanha, o Beato João Ventura Solsona, presbítero e mártir, († 1936)

15. Em Madrid, na Espanha, o Beato Timóteo Valero Pérez, presbítero e mártir, que, na mesma perseguição, alcançou a vitória no glorioso combate por Cristo, († 1936)

16. Em Alcácer de San Juan, perto de Ciudad Real, na Espanha, o Beato Álvaro Santos Cejudo, mártir, pai de família, († 1936)

17. Na floresta de Palmiry, perto de Varsóvia, na Polónia, o Beato Segismundo Sajna, presbítero e mártir, fuzilado por se recusar inquebrantavelmente a abjurar a fé perante um regime invasor e hostil a Deus, († 1940)