São Pantaleão, Médico e Mártir

Natural de Nicomédia da Bitínia (atual Turquia), converteu-se ao Cristianismo em plena perseguição do Imperador Maximiano. Um sacerdote o tinha persuadido da divindade de Cristo e ele, para o comprovar, ordenou a uma criança morta por uma víbora: “Em nome de Jesus Cristo, levanta-te; e tu, animal peçonhento, sofre o mal que fizeste”. Levantou-se a criança e a víbora ficou morta; em vista disso, Pantaleão converteu-se e recebeu logo o santo Batismo.

Foi convocado pelo imperador Maximiano para ser seu médico pessoal. Entretanto, as milagrosas curas, que em nome de Jesus Cristo realizava, suscitaram a inveja de outros médicos e o acusaram de cristão e o Imperador mandou que que se lhe aplicasse toda a espécie de tormentos.

Consta que cristãos armênios teriam trazido o corpo de São Pantaleão para o Porto, no século XV. Durante muitos anos, foi o padroeiro daquela cidade.

 

Conversão de São pantaleão

São Pantaleão, rogai por nós!

 

 

 

Com São Celestino I, Papa