São Marcos de Aretusa, Bispo, Confessor

Bispo de Aretusa, quando do Imperador Constantino, o Grande, Marcos salvou a vida do príncipe Julião, depois apelidado o Apóstata, mal sabendo que, tempos mais tarde, repudiando a fé cristã, o novo governante procuraria, acirradamente, restabelecer o paganismo.

De posse do império, iniciou Julião uma surda e sistemática perseguição contra a Igreja, e Marcos viu-se obrigado a fugir. Sabendo, porém, que considerável número de religiosos havia sido preso e que os do seu rebanho jaziam sem quem lhes assistisse, o santo Bispo, corajosamente, tornou ao posto e enfrentou os perseguidores com grande desassombro.

Preso, foi submetido a cruéis tormentos. Inflexível na fé, a tudo, com heroísmo, suportou, vencendo pela paciência e confiança em Deus os próprios atormentadores que, admirados, acabaram por lhe dar a liberdade.

São Marcos, então, se aproveitando daquela oportunidade, lançou-se de corpo e alma na conquista dos pagãos, se dedicando todo inteiro ao árduo trabalho da conversão.

A morte encontrou-o, em 364, a batalhar pelo que se propusera.

São Marcos de Aretusa, rogai por nós!

Oração –  São Macos de Aretusa que te lançaste de corpo e alma na conquista dos pagão, alcançai para nos um zelo ardente pela evangelização. Amém

Significa “relativo a Marte” ou “guerreiro”

 

Com Santo Eustásio, Bispo.