São Luís, Rei

Eleito Rei desde os doze anos de idade, Luís, nascido em 1214, era filho da virtuosa Branca de Castela, regente de França durante sua menoridade. Recebeu forte educação cristã.

Contraiu matrimônio e teve onze filhos, a quem deu uma excelente e piedosa educação.

Construiu hospitais, asilos, escolas e favoreceu a universidade de Sorbonne, o que deu à França o primado da cultura européia.

Empreendeu uma cruzada para a libertação dos lugares santos, fez diversas conquistas, venceu muitas batalhas, até que foi tomado como prisioneiro dos egípcios. Pago o resgate, continuou suas atividades até que foi atingido pela peste, morrendo às portas de Túnis, a 25 de agosto de 1270.

 

A tradição popular conserva a imagem de Luís IX como um soberano, que fazia justiça sob um velho carvalho, situado perto do seu castelo em Vincennes.

 

São Luís, Rei, Rogai por nós!

 

Oração – Onipotente e Eterno Deus, que cumulaste, Vosso servo, o Rei de França, Luís IX, com muitos dons e virtudes, fazei que eu também saiba corresponder a Vossa Divina Graça. Amém

 

Luís: Signi fica“combatente glorioso”, “ilustre guerreiro” ou “célebre na guerra”. Vem do nome germânico Hloddoviko

 

Com São José de Calasanz, presbítero, que, para educar as crianças e os adolescentes no amor e sabedoria do Evangelho, instituiu escolas populares e fundou a Ordem dos Clérigos Regulares Pobres da Mãe de Deus das Escolas Pias (Escolápios)

 

Via Aurélia, a seis milhas de Roma, o sepultamento dos santos Eusébio, Ponciano, Vicente e Peregrino, mártires, († data inc.);

Arles, na Provença, na hodierna França, São Gens, mártir, († 303);

Itálica, Santiponce, perto de Sevilha, na Hispânia Bética, São Gerôncio, bispo, († s. IV);

Agde, na Gália Narbonense, actualmente na França, São Severo, abade, († s. V);

Constantinopla, hoje Istambul, na Turquia, São Menas, bispo, († 552);

Atane, no território de Limoges, na actual França, Santo Arédio, abade, († 591);

Utrecht, na Géldria da Austrásia, actualmente na Holanda, São Gregório, abade, que, ainda adolescente, acompanhou sempre São Bonifácio nas caminhadas missionárias para a conversão da Turíngia e de Hessen, († 775);

Montefiascone, na Toscana, hoje no Lácio, região da Itália, o passamento de São Tomás Cantelupe, bispo, († 1282);

Ximabara, no Japão, os beatos mártires Miguel Carvalho, Pedro Vásquez, Luís Sotelo e Luís Sasanda, presbíteros, e Luís Baba, religioso, queimados vivos, († 1624);

Barco-prisão ancorado ao largo de Rochefort, na França, o Beato Paulo João Charles, presbítero e mártir, Revolução Francesa, († 1794);

Córdova, Argentina, a Beata Maria do Trânsito de Jesus Sacramentado, virgem, († 1885);

Valência, na Espanha, o Beato Luís Urbano Lanaspa, presbítero e mártir, († 1936);

“Palacio del Duque”, entre Somió e Cabueñes, nas Astúrias, também na Espanha, o Beato Florêncio Alonso Ruiz, presbítero e mártir, († 1936);

Llagostera a Vidreras, na Catalunha, também na Espanha, o Beato Onofre (Sálvio Tolosa Alsina);, religioso e mártir, († 1936);

Madrid, Espanha, o Beato Vicente Álvarez Cienfuegos, presbíteros e mártir, († 1936);

Sucúa, localidade do Equador, Maria Troncatti, virgem, († 1969);