São Lucas, Evangelista

Pertencente a uma família pagã, provavelmente de Antioquia da Síria, converteu-se ao cristianismo . Foi amigo e companheiro de São Paulo, Apóstolo, na tarefa da propagação do Evangelho de Jesus Cristo.

Segundo São Paulo, era médico: “Saúdam-vos, Lucas, o médico amado e Demas” (Colossenses 4,14). Toda a sua ciência médica e literária colocou à disposição do grande Apóstolo. Entregou-lhe a sua pessoa e seguiu-o por toda a parte.

São Paulo, refere-se várias vezes como a seu fiel cooperador. Saúda os cristãos de Colosso da parte de Lucas, médico, que lhe é muito caro.

Alguns escritores antigos também atribuem a este último a qualidade de pintor. São Paulo enviou-o com Tito a Corinto. Depois da morte do Apóstolo, São Lucas pregou o Evangelho em diversos países, entre outros, na Gália.

Lucas, entretanto, é mais conhecido como aquele que escreveu o terceiro Evangelho. Segundo a tradição, escreveu o seu Evangelho por volta do ano 70.

Ele apresenta-nos uma visão completa do mistério da vida, da morte e da ressurreição de Cristo. Embora escrevesse mais para os gregos do que para os judeus, o seu Evangelho dirige-se a todos os homens. Mostra, com isto, que a salvação que Jesus de Nazaré veio trazer dirige-se a todos. É uma mensagem universal: o Filho do homem veio para procurar e salvar o que estava perdido (Lucas 19,10). De acordo com ele, Jesus é o amigo dos pecadores; é o consolador dos que sofrem. A vinda de Jesus é causa de grande alegria.

O Evangelho de Lucas se propõe como regra de vida não somente para a pessoa em si, mas para toda a comunidade. Daí o seu cunho social. Nele se cumpriu a máxima de Jesus: “bem-aventurados os puros de coração porque verão a Deus”.

É autor, também, dos Atos dos Apóstolos, e Teófilo, a quem dedica seus dois livros, e ao qual dá o título de Excelente ou Excelência, parece ter sido cristão de alta posição social.

 

São Lucas, Evangelista, rogai por nós!

Oração – Ó São Lucas, médico, que com as tuas santas mãos, invocando o nome de Deus, curaste tantos enfermos de tão graves doenças, rogai ao bom Jesus que me livre das enfermidades do corpo e do espírito, se for do agrado de Deus. Amém.”

 

 

 

Com São Pedro de Alcântara, Presbítero da Ordem dos Frades Menores. Reformou a disciplina regular dos conventos da Ordem na Espanha e foi conselheiro de Santa Teresa de Jesus na obra reformadora da Ordem das Carmelitas.