São João Maria Vianney, Presbítero

Conhecido também como Santo Cura D´Ars,  nasceu em Dardilly, na França, em 1786. Era um camponês de mente simples e, segundo contam, tinha poucos dotes pessoais.

Teve que se esconder por algum tempo por haver desertado do exército napoleônico na marcha para a Espanha. Nem sequer soube a gravidade desse ato, motivado pelo fato de não ter conseguido acertar o passo com o seu batalhão.

Os seus mestres de seminário ficavam muito desanimados com o seu péssimo desempenho, mas devido à piedade que demonstrava, o Vigário Geral resolveu aprová-lo e deixar que a Providência se encarregasse do resto.

Deram-lhe as ordens sagradas, com uma condição: não poderia confessar, por julgarem-no incapaz de guiar as consciências.

Após um ano de aprendizado com o abade Balley, em Ecculy, foi para Ars, primeiramente com o título de Vigário Capelão e depois veio a ser Vigário ou Cura.

A sua devoção, a sua disponibilidade à ação do Espírito Santo fizeram dele um dos mais famosos confessores de toda a França e um pastor dedicado ao seu rebanho.

De toda parte vinham pessoas para ouvir os seus conselhos.

Foi declarado Patrono de todos os Sacerdotes e o seu túmulo é hoje lugar de peregrinação.

Santo Cura d’Ars, rogai por nós!

 

 

Com Santo Onofre, eremita, insigne pela sua vida de jejum e austeridade.