São Godofredo, Bispo

 

Bispo de Amiens, um dos mais santos abades e um dos maiores Bispos de seu tempo.

O amor pela pobreza e o recolhimento levaram-no a ser procurador da comunidade. A prudência de Godofredo fazia as vezes da experiência. Amava a poupança e não era avarento. Por sua aplicação, pôs em ordem, em pouco tempo, os negócios do convento, que jaziam em mau estado, pagou dívidas, sendo, então agradável aos religiosos e aos seculares.

Em 1103, foi eleito Bispo de Amiens. E foi necessária violência para que aceitasse a eleição. Entrou descalço na cidade. Quando chegou à igreja de São Firmino, dirigiu, ao povo que estava presente, um discurso fortemente patético. Achava-se-lhe no palácio a casa dum verdadeiro discípulo de Jesus Cristo. Todos os dias, lavava os pés de treze pobres, e servia-os à mesa. Opunha-se com zelo inflexível às usurpações dos grandes, obstinadamente presos às desordens. Atacava com vigor os abusos que reinavam no clero;

Desolado por desordens na cidade, decidiu deixar o Episcopado e se retirar na Chartreuse de Grenoble com os santos cartuxos solitários, cuja reputação já se espalhara por toda a França.

Mais tarde, retornando por ordem real, muito debilitado pelas penitências, logo faleceu.

São Godofredo, rogai por nós!

Oração – Deus todo poderoso, que destes ao Bem-aventurado São Godofredo a graça de alcançar a felicidade de vos encontrar, concedei que, a seu exemplo, renunciando aos bens deste mundo e sua glória, encontremos Nosso Senhor Jesus Cristo, que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo. Amém.

 

 

 

Com São Deusdado I, Papa, que amou o seu clero e o seu povo com admirável simplicidade e sabedoria.