São Fabião, Papa, Mártir

Era romano, também chamado de Fabiano. Segundo a narrativa contada por Eusébio, a sua eleição foi maravilhosa. Depois da morte do Papa Antero, o clero e o povo reuniram-se para nomear o sucessor de Pedro. Estando divididos os votos, viu-se baixar do alto uma pomba que foi pousar sobre a cabeça de Fabião.

Todos viram nesse acontecimento um sinal e começaram a clamar que devia ser ele o escolhido. Como humilde que era, apesar de Fabião resistir, alegando que não era digno de tão alta dignidade, foi consagrado Sumo Pontífice numa época conturbada, onde os cristãos eram perseguidos por Maximino.

Várias provas deu este santo Papa da sua firmeza e vigilância em conservar a pureza da fé e a santidade da religião cristã, lutando contra as heresias que iam emergindo no seio da própria Igreja.

Finalmente, sob o Império de Décio houve uma grande e cruel perseguição aos cristãos, à frente dos quais se colocou Fabião, que heroicamente animava com a palavra e o seu exemplo, recebendo por isso, a coroa do martírio no ano de 250.

São Fabião, Rogai por nós!

Oração – Ó Deus, que sois a glória de vossos Sacerdotes, concedei-nos, pelas preces de Vosso Mártir São Fabiano, progredir sem cessar na comunhão da Fé e na dedicação em Vos servir. Amém.

Fabião é uma variação do nome Fabiano, que significa “fava que cresce”. A origem do nome é latina

Com São Sebastião,foi um dos primeiros mártires cristãos a ser enterrado no cemitério da antiga via Appia, em Roma. A lenda conta que, em 283, tornou-se oficial da guarda imperial, sob comando do imperador Diocleciano