São Cornélio, Papa, Mártir.

Nasceu em Roma e foi eleito para o pontificado, depois de um período vago na cátedra de São Pedro, devido à violenta perseguição imposta pelo imperador Décio e seguida por Galiano, acompanhada por uma epidemia que se abateu sobre Roma.

Cornélio significa “duro como chifre” e durante sua vida honrou seu nome, pois enfrentou com firmeza a heresia de Novaciano, que proclamava que a Igreja Católica não tinha poder para perdoar os pecados.

Novaciano era um sacerdote ambicioso, ressentido por não ter sido eleito Papa, transformou-se no primeiro antipapa, e no chefe do primeiro cisma na Igreja Romana. Ao cisma, juntava a heresia, sustentando que a Igreja não podia conceder absolvição aqueles culpados de perseguição (“lapsos”: apóstatas, que retornavam à Igreja, sem as devidas) e que não lhe era permitido comunicar-se com tais pessoas.

O Papa São Cornélio, secundado por São Cipriano de Cartago e por São Dionísio, de Alexandria, teve a felicidade de deter o cisma e de reconduzir à unidade a maioria dos cismáticos.

O Papa Cornélio foi exilado e preso em Civitavecchia, onde faleceu,tendo ocupado a Santa Sé durante um ano e cinco meses aproximadamente (251-253), mas foi sepultado nas catacumbas de São Calisto, em Roma

 

São Cornélio, Rogai por nós!

 

Com São Cipriano, Mártir sob Valeriano e Galiano imperadores.