São Camilo de Léllis, Presbítero, Fundador

São Camilo de Léllis, nasceu em Bucchiánico de Chietie e herdou do marquês seu pai a coragem e a espada.

O vício do jogo fê-lo perder todo o dinheiro que tinha e trabalhava no hospital como servente para poder tratar um tumor que tinha.

No serviço aos capuchinhos  teve a graça da conversão e decidiu mudar de vida.
Como ajudante no hospital procurava atender os doentes mais repugnantes. Nos domingos de folga passava ao lado de São Felipe Néri, que o ajudou no discernimento de sua vocação..
O Ano Santo de 1575 estava chegando ao seu término, quando São Camilo de Léllis fundou a Congregação dos Ministros, ou seja, servidores dos enfermos que deveriam cuidar espiritualmente e corporalmente dos doentes.

Dois anos mais tarde foi ordenado sacerdote e continuou dirigindo os seus religiosos durante mais vinte anos.

Quando alguém queria tirá-lo do leito dos enfermos, repetia: “Estou ocupado com nosso Senhor Jesus Cristo.”

Profetizou que morreria em Roma na festa de São Boaventura (14 de julho segundo o antigo calendário litúrgico) e assim aconteceu. Seu corpo foi embalsamado e retiraram o seu coração, o qual ainda hoje se encontra em um relicário

Foi canonizado em 1746 e em 1886, foi declarado patrono dos enfermos e dos hospitais.

Com São Francisco Solano, Presbítero