Santos Proto e Jacinto, Mártires

Em Roma, no cemitério de Basila, junto à Via Salária Antiga, o sepultamento dos santos mártires Proto e Jacinto, a quem o papa São Dâmaso, depois de recuperar os seus túmulos ocultos na terra, celebrou com seus versos:

Te Protum retinet melior sibi regia coeli
sanguine purpureo sequeris yacinthe probatus
germani fratres animis ingentibus ambo.
Htc victor meruit palman prior ille coronam

Neste lugar, passados quase quinze séculos, foi encontrado intacto o sepulcro e o corpo cremado de São Jacinto.

O martírio destes Santos é comprovado por muitos documentos.

Segundo o que consta, eram dois escravos cristãos eunucos, que ajudaram a patroa, Eugênia, a se converter à fé. Depois fizeram o mesmo com amiga Bassila. O noivo desta a acusou e os três foram martirizados

Santos Proto e Jacinto, rogai por nós!

Oração – Fazei, Senhor, que a gloriosa confissão de fé dos bem-aventurados mártires Proto e Jacinto nos anime, e que a sua piedosa intercessão nos proteja sem cessar.

Proto, Do grego prõtos, primeiro ou anterior.

 

Com São Gabriel Perboyre, Mártir na China.

1. Em Roma, no cemitério de Basila, junto à Via Salária Antiga, o sepultamento dos santos mártires Proto e Jacinto, a quem o papa São Dâmaso, depois de recuperar os seus túmulos ocultos na terra, celebrou com seus versos. Neste lugar, passados quase quinze séculos, foi encontrado intacto o sepulcro e o corpo cremado de São Jacinto, († s. III)

2. Em Zurique, na hodierna Suíça, os santos mártires Félix e Régula, († data inc.)

3. Comemoração de São Pafnúcio, bispo no Egito, confessor da fé que, participou no Concílio de Niceia, onde defendeu vigorosamente contra os arianos a fé católica, († s. IV)

4. Em Lião, na Gália, na atual França, São Paciente, bispo, que, († c. 480)

5. Em Paris, também na atual França, o passamento de São Sacerdote, bispo de Lião, († 552)

6. Na ilha de Bardsey, litoral da Câmbria setentrional, País de Gales, São Daniel (Deiniol Wyn), bispo e abade, († c. 584)

7. No mosteiro de Luxeuil, Borgonha, França, o passamento de Santo Adélfio, abade, († c. 670)

8. Em Toul, na Austrásia, também na atual França, São Leudino ou Bodon, bispo, († a. 680)

9. No mosteiro de Aulinas, na Calábria, Itália, Santo Elias, de sobrenome Espeleota, († 960)

10. Em Nagasáki, no Japão, os beatos Gaspar Koteda, catequista, e as crianças Francisco Takeya e Pedro Shichiemon, mártires, († 1622)

11. Em Roma, o Beato Boaventura de Barcelona (Miguel Gran), irmão, († 1648)

12. Num barco-prisão ao largo de Rochefort, na França, o Beato Francisco Mayaudon, presbítero e mártir, durante a Revolução Francesa, († 1794)

13. Em Wuchang, no Hubei, China, São João Gabriel Perboyre, presbítero e mártir, foi suspenso duma cruz e morreu estrangulado, († 1840)

14. Em Barcelona, na Espanha, o Beato Pedro de Alcântara (Lourenço Villanueva Larrayoz), religioso e mártir, († 1936)

15. Em Genovés, Valência, Espanha, o Beato José Maria Segura Panadés, presbítero e mártir, († 1936)

16. Em Hellin, perto de Albacete, Espanha, o Beato Fortunato Árias Sánchez, presbítero e mártir, († 1936)

17. Em Krasica, na Croácia, o Beato Francisco João Bonifácio, presbítero e mártir, († 1946)