Santo Áquila e Santa Priscila, discípulos de São Paulo

Moravam em Corinto e eram originários do Ponto. Foram para Corinto quando os hebreus foram expulsos de Roma pelo Imperador Cláudio (41-54).

Paulo encontrou-se com eles e morou com o casal ode fabricavam tendas, durante 18 meses.

Nos Atos dos Apóstolos, (18), está que Áquila e Priscila acompanharam Paulo até Éfeso e ali instruíram os fieis na fé em Jesus Cristo.

Na Epístola aos Romanos (16,3s), São Paulo escreve: “Saudai Priscila e Áquila, meus colaboradores em Cristo Jesus, que para salvar minha vida expuseram suas cabeças. Não somente eu lhes devo gratidão, mas também todas as igrejas da gentilidade. Saudai também a Igreja que se reúne em sua casa”.

Nada se sabe sobre a morte dos dois esposos. Há quem identifica Priscila com Prisca, a primeira mulher mártir, decapitada e venerada na igreja homônima do bairro romano do Aventino. Outros, com a Priscila, proprietária das catacumbas na Via Salária. A estas duas era ligada a gens Acilia, que alguns estudiosos intitulam o nome de Áquila.

Santo Áquila e Santa Priscila, rogai por nós!

Oração –  Santo Áquila e Santa Priscila colaboraram na difusão dos ensinamentos de Vosso Filho Jesus. Fazei que também eu seja um sinal vivo do Vosso reino e que seja capaz de testemunhar ao mundo Vossa salvação. Amém

nome Áquila tem origem a partir do latim e significa “águia”
PriscilaSignifica “que pertence a Prisco” ou “da natureza de Prisco”, “familiar de alguém venerável”. O nome Priscila se originou a partir do nome Priscilo, diminutivo de Prisco.

Com Beato Eugénio III, papa, que foi dilecto discípulo de São Bernardo e, depois de ter governado o mosteiro dos santos Vicente e Anastásio em Acque Sálvie, foi eleito para a sede de Roma e empenhou-se intensamente para defender das insídias dos infiéis o povo romano e renovar a disciplina eclesiástica.