Santa Luísa de Marillac, Religiosa, Fundadora

Ficou órfã aos 14 anos. Pretendia seguir a vocação religiosa, porém por vontade de seus parentes casou-se e teve um filho.
Passou por grandes dificuldades no casamento devido a problemas financeiros e a longa enfermidade do marido. Os contatos com São Francisco de Sales ajudaram-na então a enfrentar esse período.

Em 1625, o marido morreu, seu filho ingressou no seminário e ela tornou-se religiosa.

Santa Luísa teve a felicidade de conviver com pessoas especiais. Além de São Francisco de Sales, a quem conhecia desde 1618, conviveu também com São Vicente de Paulo, cujo encontro determinou novos rumos em sua vida.

Santa Luísa foi co-fundadora das Filhas da Caridade. São Vicente dizia às Filhas de Caridade: “Vocês têm por mosteiro, a casa dos enfermos; por cela um quarto alugado; por capela, a igreja paroquial; por claustro, as ruas da cidade; por clausura, a obediência; por grade, o temor de Deus; por véu, a santa modéstia”.

Santa Luísa de Marillac, rogai por nós!

Oração – A exemplo de Santa Luísa, concedei-nos agir sempre neste mundo com caridade, para sermos contados entre os eleitos do vosso Reino.Amém.

Luisa: Significa “combatente gloriosa”, “guerreira ilustre”, “gloriosa nas batalhas”. Luisa é a variante gráfica de Luísa

 

Com São Clemente Hoffbauer, presbítero, pelos seus dotes excepcionais de talento e virtudes, persuadiu muitas pessoas insignes nas ciências e nas artes a aderirem à Igreja.