Santa Lídia, Discípula de São Paulo

Santa Lídia, comerciante de púrpura, natural de Tiatira, na Ásia, era judia e converteu-se ao cristianismo sendo batizada por São Paulo em Filipos.

Quando o Apóstolo pôs os pés em Filipos, Macedônia, encontrou hospitalidade na casa de Lídia, recém-convertida ao Evangelho com toda a família.

Sua casa foi a primeira igreja fundada na Europa por São Paulo.

Nos Atos dos Apóstolos temos esta passagem: “Tendo embarcado em Trôade, seguimos em linha reta para Samotrácia. De lá, no dia seguinte, para Neápolis, de onde partimos para Filipos, cidade principal daquela região da Macedônia, e também colônia romana. Passamos nesta cidade alguns dias.

Quando chegou o sábado, saímos fora da porta, a um lugar junto ao rio, onde nos parecia haver oração. Sentados, começamos a falar às mulheres que se tinham reunido.

Uma delas, chamada Lídia, negociante de púrpura, na cidade de Tiatira e adoradora de Deus, escutava-nos”.

O Senhor abriu-lhe o coração.

Foi inscrita na lista dos Santos pelo Cardeal César Barônio, em 1607.

Santa Lídia, rogai por nós!

 

 

Com São Pedro de Anagni, Bispo