Santa Escolástica, Virgem, Fundadora

Era irmã gêmea de São Bento, Pai do monaquismo e Fundador da Europa Cristã.

Nasceu numa região do centro da Itália em 480, tendo perdido sua mãe no parto.

Tornou-se também gêmea de busca de santidade e missão, já que ambos deram testemunho de Santos Fundadores.

Sua vida totalmente consagrada a Deus começou até antes do irmão, porém, foi aprofundada quando seguiu o irmão até que ele se instalou em Cassino. Desta forma, fundadora das irmãs beneditinas, sempre esteve ligada a Bento.

Relata-nos o Papa São Gregório Magno que os dois embora morassem pertinho, apenas se encontravam para diálogos santos uma vez ao ano. Daí que, no encontro que seria o último, Santa Escolástica pediu ao irmão que desta vez ficasse, a fim de se enriquecerem em conversas santas até ao amanhecer, mas foi repreendida pelo irmão, pois seria causa de transgressão da Regra.

Diante da resposta negativa do irmão e com o coração pulsando de amor fraterno, Santa Escolástica entrelaçou as mãos, abaixou a cabeça e rapidamente conversou com Deus. De repente, levantou-se um tamanha tempestade que São Bento ficou impedido de sair com seus irmãos.

Vendo o irmão zangado, Santa Escolástica esclareceu: “Pedi-te a ti e tu não me ouviste; pedi ao Senhor e ele me ouviu. Vai-te embora, se puderes, volta para o teu mosteiro”.

Depois daquela providencial partilha de graça e oração, São Bento regressou ao mosteiro e passados três dias percebeu numa visão a morte de sua irmã que o antecedeu 40 dias no céu.

Santa Escolástica, rogai por nós!

Oração – Ó Deus, que prometestes habitar nos corações puros, dai-nos, pela intercessão de Santa Escolástica, viver de tal modo, que possais fazer em nós a vossa morada. Amém.

Escolástica é um nome predominantemente feminino, de origem Grega que significa “Estudiosa, sábia”

Com São Guilherme, eremita de Malavalle, cujo exemplo deu origem a muitas congregações de eremitas.