Apresentação de Nossa Senhora no Templo

Em sua primeira entrada no Templo, Maria sabe que é a casa de Deus, não menos santa do que o Céu. Ela não vira o rosto para nenhum lado, Ela não olha para ninguém, seus olhos permanecem recolhidos. Ela está em profundo silêncio, sem falar com ninguém a não ser Deus.

Todo o seu espírito, todo o seu coração, toda a sua vontade, todas as potências e todos os afetos de sua alma são dirigidos a Deus para contemplá-Lo, para adorá-Lo, para louvá-Lo, para amá-Lo, para glorificá-Lo, para Se oferecer, Se dar, Se consagrar e Se sacrificar inteiramente à sua divina majestade. Ela Lhe presta adoração e louvores os mais santos, que Lhe são mais agradáveis que todos os que Lhe foram dados no Templo, desde que ele foi construído, há cerca de mil anos.

São João Eudes, “A infância admirável da Santíssima Mãe de Deus”

Envie seu comentário

Você pode estar interessado