Biblia Online

Rute, 3

1 - Noêmi, sua sogra disse-lhe: Minha filha, é preciso que eu te assegure uma existência tranqüila, para que sejas feliz.

2 - Este Booz, nosso parente, cujas servas seguiste, deverá joeirar esta tarde a cevada de sua eira.

3 - Lava-te, unge-te, põe tuas melhores vestes e desce à eira, mas não te deixes reconhecer por ele antes que ele tenha acabado de comer.

4 - Quando for dormir, observa o lugar em que dorme. Entra, então, levanta a cobertura de seus pés e deita-te ele mesmo te dirá o que deves fazer.

5 - Farei, disse ela, tudo o que me indicas.

6 - Ela desceu à eira e fez tudo o que sua sogra lhe tinha recomendado.

7 - Booz comeu e bebeu, e o seu coração tornou-se alegre depois disso, foi e deitou-se junto de um monte de feixes. Rute aproximou-se de mansinho, afastou a cobertura de seus pés e deitou-se também.

8 - Pelo meio da noite o homem despertou espavorido voltou-se e viu uma mulher deitada a seus pés.

9 - Quem és tu?, disse-lhe ele. Eu sou Rute, tua serva, respondeu ela. Estende o teu manto sobre a tua serva, porque tens o direito de resgate.

10 - Ele disse: Deus te abençoe, minha filha. Esta tua última bondade vale mais que a primeira, porque não buscaste jovens, pobres ou ricos.

11 - Agora, minha filha, não temas tudo o que disseres eu te farei, porque todos em Belém sabem que és uma mulher virtuosa.

12 - Tenho, realmente, o direito de resgate, mas há outro mais próximo parente do que eu.

13 - Passa aqui esta noite. Amanhã, se ele quiser usar de seu direito de resgate sobre ti, está bem, que o faça do contrário, eu o farei juro pelo Senhor! Dorme, pois até pela manhã.

14 - Ela ficou deitada aos seus pés até de madrugada e levantou-se quando ainda não se podiam distinguir as pessoas. Booz tinha dito: Não é bom que se saiba ter este mulher entrado na eira...

15 - E acrescentou: Estende o manto que tens sobre ti e segura-o. Ela estendeu-o e Booz encheu-o com seis medidas de cevada, que lhe pôs às costas. Em seguida entrou na cidade.

16 - Rute voltou para junto de sua sogra, que lhe disse: Como vais, minha filha? Rute contou-lhe então tudo o que aquele homem fizera por ela. E acrescentou:

17 - Ele deu-me estas seis medidas de cevada, dizendo-me: Não voltarás com as mãos vazias para a tua sogra.

18 - Espera, minha filha, retomou Noêmi, até sabermos como vai terminar tudo isto. Esse homem não descansará enquanto não tiver resolvido esse assunto, e o fará hoje mesmo.