Biblia Online

Jó, 37

1 - Por isto se espantou o meu coração, e pulou fora de seu lugar.

2 - Escutai, escutai o brado de sua voz, o estrondo que lhe sai da boca!

3 - Enche dele toda a extensão dos céus, e seus relâmpagos vão atingir os confins da terra.

4 - Logo depois ruge uma voz, troveja com sua voz majestosa. Não retém mais seus raios quando se faz ouvir.

5 - Deus troveja com uma voz maravilhosa, faz prodígios que nos são incompreensíveis.

6 - Diz à neve: Cai sobre a terra, às pancadas de chuva: Sede fortes.

7 - Ele põe selos sobre as mãos dos homens, a fim de que todos os mortais reconheçam seu criador.

8 - A fera também entra em seu covil, e encolhe-se em sua toca.

9 - O furacão sai da câmara do sul, e do norte chega o frio.

10 - Ao sopro de Deus forma-se a neve, e a superfície das águas se endurece.

11 - Carrega as nuvens de vapor, as nuvens lançam por toda parte seus relâmpagos

12 - que vão em todos os sentidos sob sua direção, para realizar tudo quanto ele ordena na face da terra.

13 - Ora é o castigo que eles trazem, ora seus benefícios.

14 - Escuta isto, Jó, pára e considera as maravilhas de Deus.

15 - Sabes como ele as opera, e faz brilhar o relâmpago de sua nuvem?

16 - Sabes a lei do equilíbrio das nuvens, e o milagre daquele cuja ciência é infinita?

17 - Por que são quentes as tuas vestes, quando repousa a terra ao sopro do meio-dia?

18 - Saberás, como ele, estender as nuvens, e torná-las sólidas como um espelho de metal fundido?

19 - Dá-me a conhecer o que lhe diremos. Mergulhados em nossas trevas, só sabemos objetar.

20 - Quem lhe repetirá o que digo? Acaso pedirá um homem a sua própria perdição?

21 - Agora já não se vê a luz, o sol brilha através das nuvens passe um golpe de vento, e ele as varrerá

22 - a luz vem do norte. Deus está envolto numa majestade temível

23 - não podemos atingir o Todo-poderoso: eminente em força, em eqüidade, em justiça, não tem a dar contas a ninguém.

24 - Que os homens, pois, o reverenciem! Ele não olha aqueles que se julgam sábios.