Biblia Online

Gênesis, 45

1 - Então José, já não se podendo conter diante de todos os assistentes, exclamou: “Fazei sair todo o mundo.” Desse modo, ninguém ficou com ele, quando se deu a conhecer aos seus irmãos.

2 - Pôs-se a chorar tão alto que os egípcios da casa do faraó o ouviram.

3 - E disse aos seus irmãos: “Eu sou José! Meu pai vive ainda?” Mas não lhe puderam responder, porque estavam pasmados de se encontrar diante dele.

4 - “Aproximai-vos”, disse-lhes ele e eles aproximaram-se. E ele disse-lhes: “Eu sou José, vosso irmão, que vendestes para o Egito.

5 - Mas agora não vos entristeçais, nem tenhais remorsos de me ter vendido para ser conduzido aqui. É para vos conservar a vida que Deus me enviou adiante de vós.

6 - Porque eis já dois anos que a fome assola a terra, e haverá ainda cinco anos sem amanho nem colheita.

7 - Deus enviou-me adiante de vós para que subsista um resto de vossa raça na terra, e para vos conservar a vida por uma grande libertação.

8 - Não sois vós, pois, que me haveis mandado para aqui, mas Deus mesmo. Ele tornou-me como o pai do faraó, chefe de toda a sua casa e governador de todo o Egito.

9 - Apressai-vos em voltar para junto de meu pai e dizei-lhe: Eis o que diz o teu filho José: Deus elevou-me ao cargo de chefe de todo o Egito. Vem para junto de mim sem demora.

10 - Habitarás na terra de Gessém, bem perto de mim, com teus filhos, teus netos, tuas ovelhas, teus bois e tudo o que te pertence.

11 - Eu te sustentarei, pois haverá ainda cinco anos de fome e assim não cairás na miséria, nem tu, nem tua casa, nem nada do que te pertence.

12 - Vereis com vossos olhos, e meu irmão Benjamim também, que sou bem eu quem vos fala.

13 - Contai ao meu pai as honras que recebo no Egito, e tudo o que vistes, e depois apressai-o para que venha para cá.”

14 - Então ele jogou-se ao pescoço de seu irmão Benjamim e pôs-se a chorar Benjamim também chorou sobre os seus ombros.

15 - Beijou em seguida a todos os seus irmãos, chorando sobre eles, e puseram-se todos a conversar com ele.

16 - A notícia da chegada dos irmãos de José espalhou-se logo na casa do faraó, e foi bem acolhida pelo faraó e por todo o seu pessoal.

17 - Ele disse a José: “Dize a teus irmãos: Eis o que ides fazer: carregai vossos animais e voltai à terra de Canaã.

18 - Tomai vosso pai e vossas famílias e vinde para junto de mim. Dar-vos-ei o que há de melhor no Egito e vos alimentarei com a gordura da terra.

19 - Encarrego-te de dizer-lhes: Eis o que ides fazer: Tomai carros no Egito para vossos filhos e vossas mulheres, trazei vosso pai e vinde!

20 - Não façais caso do que tereis de deixar, porque o que há de melhor em todo o Egito é vosso.”

21 - Assim fizeram os filhos de Israel. Seguindo a ordem do faraó, José deu-lhes carros e provisões para o caminho.

22 - Deu-lhes também a todos mudas de roupas a Benjamim, porém, deu trezentas moedas de prata e cinco mudas de roupas.

23 - Mandou, igualmente, ao seu pai dez jumentos carregados dos melhores produtos do Egito e dez jumentas carregadas de trigo, pão e provisões para sua viagem.

24 - E, despedindo seus irmãos que partiam, disse-lhes: “Não alterqueis pelo caminho.”

25 - Partiram do Egito e chegaram junto de Jacó, seu pai, na terra de Canaã.

26 - E anunciaram-lhe a boa nova: “José vive ainda, disseram-lhe eles e é mesmo ele quem governa todo o Egito.” Mas o coração de Jacó permaneceu frio, porque não acreditava no que ouvia.

27 - Entretanto, quando lhe disseram todas as palavras que José lhes havia dito, e viu os carros que José tinha enviado para o transportar, seu espírito se reanimou.

28 - “Basta! disse ele José, meu filho, vive ainda. Irei e o verei antes de morrer.”