Biblia Online

Eclesiástico, 48

1 - Suas palavras queimavam como uma tocha ardente. Elias, o profeta, levantou-se em breve como um fogo.

2 - Ele fez vir a fome sobre o povo (de Israel): foram reduzidos a um punhado por tê-lo irritado com sua inveja, pois não podiam suportar os preceitos do Senhor.

3 - Com a palavra do Senhor ele fechou o céu, e dele fez cair fogo por três vezes.

4 - Quão glorioso te tornaste, Elias, por teus prodígios! Quem pode gloriar-se de ser como tu?

5 - Tu que fizeste sair um morto do seio da morte, e o arrancaste da região dos mortos pela palavra do Senhor

6 - tu que lançaste os reis na ruína, que desfizeste sem dificuldade o seu poder, que fizeste cair de seu leito homens gloriosos.

7 - Tu que ouviste no Sinai o julgamento do Senhor, e no monte Horeb os decretos de sua vingança.

8 - Tu que sagraste reis para a penitência, e estabeleceste profetas para te sucederem.

9 - Tu que foste arrebatado num tubilhão de fogo, num carro puxado por cavalos ardentes.

10 - Tu que foste escolhido pelos decretos dos tempos para amenizar a cólera do Senhor, reconciliar os corações dos pais com os filhos, e restabelecer as tribos de Jacó.

11 - Bem-aventurados os que te conheceram, e foram honrados com a tua amizade!

12 - Pois, quanto a nós, só vivemos durante esta vida, e depois da morte, nem mesmo nosso nome nos sobreviverá.

13 - Elias foi então arrebatado em um turbilhão, mas seu espírito permaneceu em Eliseu. Nunca em sua vida teve Eliseu medo de um príncipe ninguém o dominou pelo poder.

14 - Nada houve que o pudesse vencer: seu corpo, mesmo depois da morte, fez profecias.

15 - Durante a vaida fez prodígios, depois da morte fez milagres.

16 - E, apesar de tudo isto, o povo não fez penitência, não se afastou dos seus pecados, até que foi expulso de sua terra, e espalhado por todo o mundo.

17 - Só ficou um resto do povo, um príncipe da casa de Davi.

18 - Alguns deles fizeram o que é do agrado de Deus os outros, porém, multiplicaram os seus pecados.

19 - Ezequias fortificou a sua cidade, trazendo água até o centro abriu com ferro um rochedo, e construiu um poço para as águas.

20 - Durante o seu reinado veio Senaquerib, que enviou Rabsaces, o qual levantou a sua mão contra eles ele estendeu a sua mão contra Sião, ensoberbecendo-se com seu poder.

21 - Foi então que os seus corações e as suas mãos desfaleceram: sentiram dores como a parturiente.

22 - Invocaram o Senhor misericordioso, levantando para o céu as suas mãos estendidas. E o Santo, o Senhor Deus, ouviu logo a sua voz:

23 - não se recordou dos seus pecados, não os entregou aos seus inimigos, mas purificou-os pela mão de Isaías, seu santo profeta.

24 - Derrubou o acampamento dos assírios, e o anjo do Senhor os desbaratou.

25 - Pois Ezequias fez o que era agradável a Deus: caminhou corajosamente pelas pegadas de Davi, seu pai, assim como lhe havia recomendado Isaías, o grande profeta, fiel aos olhos do Senhor.

26 - Um dia o sol retrocedeu, e (o profeta) prolongou a vida do rei.

27 - Por uma poderosa inspiração ele viu o fim dos tempos, e consolou aqueles que choravam em Sião

28 - ele anunciou o futuro até o fim dos tempos, assim como as coisas ocultas antes que se cumprissem.