I – RETRATO DE JACINTA

4. Sensibilidade

Minha Mãe costumava, ao serão, contar contos. E entre os contos de fadas encantadas, princesas\n\nA pequenita gostava também muito de ir, à noitinha, para uma eira que tínhamos em frente da casa, ver o lindo pôr do sol e o céu estrelado que se lhe seguia. Entusiasmava-se com as lindas noites de luar. Porfiávamos a ver quem era capaz de contar as estrelas que dizíamos ser as candeias dos Anjos. A lua era a de Nossa Senhora e o sol era de Nosso Senhor, pelo que a Jacinta dizia, às vezes:

- Ainda gosto mais da candeia de Nossa Senhora, que não nos queima nem cega; e a de Nosso Senhor, sim.

Na verdade, o sol, ali, em alguns dias de verão, faz-se sentir bem ardente; e a pequenita, como era de compleição muito fraca, sofria muito, com o calor.



Rua Martim Francisco, 665 - Santa Cecília - São Paulo - SP - CEP 01226-001
(11) 2206-4540
vindesenhoradefatima@fatima.org.br